Crônicas de uma GP: Stripetease para Ator Famoso

Meu celular tocou, informações básicas, endereço, horários, e um fetiche, se eu poderia fazer um exibicionismo com lingeries sensuais.

Ele deixou claro que gostaria apenas dessa "brincadeira", pois era um vouyer.

Perguntei seu nome, ele me informou, horário combinado. Tudo ajustado. Cor da lingerie.

Abri a porta de meu apartamento, para minha surpresa um ator famoso que estava em evidência em plena novela das nove, sorriso sincero e largo, segurava ramalhete de rosas amarelas.

Eu disfarcei a surpresa dei um beijo recebi com boas-vindas, como faço com todos, naturalidade, porém eu estava tensa.

Ofereci algo a beber e um banho.
Enquanto ele se banhava eu ajeitei as rosas num vaso e coloquei no centro da mesa.

Fomos para o quarto, a música já estava tocando suavemente. Ele preferiu ficar com roupa. Se vestia de forma despojada.

Eu estava com uma lingerie Animal Print " oncinha" para quem já acompanha minhas Crônicas sabe que são minhas prediletas e por cima um roupão com a mesma estampa de "onça".

Fui me despindo e olhava no fundo de seus olhos. Ele sentado na cabeceira da cama apenas me observava atentamente. Retirou a camisa. Permaneceu com a calça jeans.

Continuei a me despir languidamente deixando minhas costas desnuda minha tatuagem a mostra. Me debrucei na cama e apenas com um gesto sútil entreguei aquele roupão em suas mãos que suavemente ele foi puxando e esfregando por seu corpo.

Continuei em cima do salto e dançando, na verdade eu estava apenas flutuando ao ritmo da música, o olhar intenso dele sob mim era fascinante e ao mesmo tempo excitante.

Subi na cama de salto, coloquei um pé sob seu peito ele retirou um scarpin, em seguida o outro. Eu deslizava meus pés sob seu dorso nú, agachei em seu colo e dei-lhe um beijo macio e quente. Senti o volume sob sua calça.

Levantei. Dessa vez de costas para ele. Ofereci a calcinha fio-dental, ele foi retirando aos poucos, quando chegou em meus pés eu peguei a calcinha de volta, comecei a esfregar em meu púbis e coloquei um dedinho já deixando a calcinha molhada. Esfreguei em seu rosto para ele sentir o cheiro do meu cio.

Pedi que tirasse a calça, sua cueca estava molhada de prazer, eu disse, tire tudo, ele sorriu.

Apenas me ajoelhei por cima dele e comecei a passar o vão dos seios em sua barba macia, ele colocava sua língua úmida me lambuzando toda. Fui tirando o sutiã uma alça de cada vez e preenchendo sua boca com um bico por vez.

Fui descendo com a língua até chegar entre suas pernas, ele segurou meu rosto e disse: não faça isso pois não aguento, estou explodindo de tanto prazer. Se exiba mais para mim, deixe te sentir um pouco mais!

Deitei de frente para ele com pernas abertas semi flexionadas com um vibrador comecei a brincar e olhava em seus olhos, gemia com sussurros baixos, ele vez ou outra se tocava, porém muito pouco, seu membro já estava explodindo sozinho.

Eu passava minhas pernas e pés sob as dele, meus pés hábeis acariciavam suas bolas e seu pênis. Ele se contorcia e me empurrava de volta.

Fui me acariciando cada vez mais até atingir o clímax sem deixar de olhar em seus olhos atentamente, ele atingiu orgasmo junto a mim em minhas pernas enquanto eu me contorcia de prazer.

Ambos satisfeitos. Melados. Sorriso no rosto.

Ofereci novamente um banho. Ainda não acreditava que estava com um famoso, mas ele é um homem normal, natural, simples, doce, simpático, assim como todos meus clientes que são desejados e extremamente bem atendidos por mim, pois com ele não seria diferente. E não foi.

Para alguns clientes, a famosa sou EU! Me pergunto, logo eu? Me considero tão acessível a todos, cheia de desejos ainda a serem realizados, mas isso é outra longa história.

Parabenizei pelo trabalho que estava em cartaz também no teatro, trocamos mais algumas palavras.
Um abraço carinhoso e apertado. Beijo longo. Nos despedimos.
Ele se foi.
Mais uma vez ele agradeceu o carinho e a gentileza com que foi tratado. Nem precisava, trato a todos com respeito e recíproca verdadeira.

Por: Suzanna Prado
www.suzannaprado.com
Twitter @suzannaprado_GP
Cel 11 - 9843 6767

Veja também

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.