Diário de uma Camgirl: Convidei meu namorado para fazer sexo ao vivo

moranguinha_sexo_ao_vivo_camerahot
Essa é a modelo Moranguinha, do site CameraHot. A coluna Diário de uma camgirl é de autoria anônima e não da referida modelo.

Quando digo que não sabemos nada da vida e que a cada novo dia superamos nossas expectativas, pode acreditar que é a mais pura verdade, pois desde que entrei no universo do sexo ao vivo, muitas coisas surpreendentes aconteceram.

Deixa eu te contar para que você entenda o que estou dizendo; eu estava atuando como camgirl há algum tempo e fazia meus shows sozinha, gozava gostosinho em frente à webcam e mostrava meus dedos e brinquedinhos molhadinhos com meu mel para o usuário que estava do outro lado louco na punheta.

Porém, um certo dia, um usuário me perguntou se eu fazia show acompanhada, fosse com um cara ou uma mulher, ele vinha sonhando em me ver fazer um sexo ao vivo com outra pessoa mesmo. Respondi que ainda não havia feito, mas que era algo que eu não recusaria, afinal, adoro vivenciar diferentes momentos.

Quando entrei no CameraHot, optei por manter em segredo e não quis dividir o que fazia com familiares e muito menos com meu namorado, uma vez que infelizmente ainda vivemos em uma sociedade um tanto quanto arcaica e de mente muito fechada para essas coisas.

Porém, após ser questionada quanto a fazer esse show acompanhada, fiquei pensando em como seria legal se meu namorado pudesse participar comigo, até porque eu não teria outra pessoa para fazer isso a não ser ele e a gente fazia um sexo bem gostosinho juntos.

Como eu ainda não tinha contado de onde vinha meus rendimento, me sentia apreensiva com a reação dele, e tinha muito medo de perdê-lo, pois sabia que ele ficaria muito chateado por eu ter omitido isso.

Antes de chegar e desembuchar logo de uma vez o que eu tinha para contar, preferi investigar qual era a opinião dele sobre o assunto, então comecei contando aquela famosa história: tinha uma amiga de uma amiga minha que me contou...

Disse a ele que essa menina faturava uma grana legal e que às vezes o namorado dela participava dos shows e eles faziam um sexo animal com direito a tudo, porém, na frente da webcam para algumas pessoas assistirem, pessoas essas que pagariam pela exibição.

No primeiro momento ele não deu muita moral, mas também não fez nenhum comentário maldoso ou preconceituoso, o que me encorajou mais a arquitetar todo o jeitinho com que eu falaria com ele.

Dias se passaram e eu ainda não havia contado, porém, sempre que podia comentava dos lucros consideráveis que a “amiga da minha amiga” (que no caso era eu) ganhava, tentava instiga-lo de alguma forma e em algumas vezes até o fazia imaginar como seria nós dois nessa situação.

Nesse meio tempo, era muito difícil para eu viver essas duas identidades, além de não poder esbanjar dinheiro e ter que dizer que tudo que eu comprava tinha ganho de presente de alguém, afinal, há pouco tempo eu estava mesmo na pindaíba.

A situação financeira dele também não andava bem, mas como todos sabem, homens não gostam de dar o braço a torcer. Mesmo assim, eu percebia que ele já estava angustiado querendo me falar algo fazia dias, até que em uma noite que saímos para jantar, ele decidiu desabafar o que o afligia.

Me contou sobre sua situação financeira e disse que ficou pensando muito em como me falar aquilo, mas que ele não tinha achado outra opção e queria saber o que eu pensava a respeito.

Resumindo, ele falou que como estava apertado de grana, queria saber mais sobre esse mundo do sexo ao vivo e gostaria de fazer um cadastro comigo para que fizéssemos show juntos. Viu como essa vida nos surpreende?

Depois de escutar aquilo é óbvio que eu pedi um beliscão, pois não acreditava em tudo que eu acabava de escutar. Conversamos muito sobre tudo e é lógico que eu revelei meu segredo e, por mais inacreditável, que seja ele aceitou numa boa.

Mais que depressa, entrei no site para anunciar meu primeiro Gold Show acompanhada, para quem não sabe Gold show é uma ferramenta única e exclusiva do site CameraHot, onde é possível abrir uma arrecadação durante alguns minutos e impor um limite mínimo de créditos para cada usuário poder assistir, após chegar no valor pretendido, o show se inicia.

Marquei para aquela mesma semana à noite e, enquanto não chegava o tão esperado dia, eu tentava acalma-lo, visto que para ele seria sua primeira vez vivenciando essa experiência e que talvez sentisse receio.

Até que o grandioso dia chegou. Eu estava vestida com uma linda lingerie branca que havia comprada especialmente para aquela ocasião e meu namorado estava com uma cuequinha box branca para combinar comigo.

Abrimos a arrecadação e para me surpreender ainda mais, antes que o tempo de arrecadação terminasse, nós já tínhamos ultrapassado o valor pretendido, o que nos deixou ainda mais empolgados.

Nós havíamos colocando uma música de fundo, separamos também alguns brinquedinhos e lubrificantes para apimentar ainda mais o clima.

Quando a arrecadação terminou, vários usuários participantes começaram a pedir coisas no chat, mas como sempre gosto de fazer, comecei pelo strip-tease, fiz um show muito provocante e sensual que deixei até meu namorado impressionado e com o pau duro de tesão.

Joguei-o na cama e com a webcam bem próxima a nós, eu comecei a chupa-lo; passava a língua naquele pau gostoso dele e olhava para a câmera com a cara mais safada de todas as safadas do mundo.

No decorrer, ele me chupou e nós mudávamos o ângulo da câmera de acordo as posições desejadas pelos usuários, transamos de quatro, de lado, sentado, de frente, de costas, só não transamos de ponta cabeça, mas de resto...

Usamos vários brinquedinhos. Ele socava o pau na minha buceta, o brinquedo no meu cuzinho e a galera que estava assistindo vibrava, elogiava, pedia mais coisas e provavelmente tocava uma do outro lado da câmera.

Foi uma verdadeira loucura, mas uma loucura muito prazerosa e posso dizer que nos divertimos tanto que ao final do show ficamos chocados com a rapidez que passou o tempo.

Depois desse dia começamos a fazer cada vez com mais frequência, hoje temos estipulado dois shows por semana e, diga-se de passagem, que apenas esses dois shows já seriam suficientes para suprir nossas necessidades financeiras, porém, como sou gulosa não podia deixar meus queridos usuários sem a minha presença no resto da semana, portanto, continuei ativamente todos os dias.

Nesse momento posso dizer que me sinto realizada, feliz comigo mesma, com a minha vida, com meu relacionamento. E acredite para aqueles que acham que isso pode estagnar o tesão de um casal que faz sexo ao vivo está muito enganado, pois em nosso caso só aumentou ainda mais nosso libido.