Diário de uma camgirl: Sexo na webcam com o taradonoturno

moranguinha_sexo_na_webcam_camerahot
Essa é a modelo Moranguinha, do site CameraHot. A coluna Diário de uma camgirl é de autoria anônima e não da referida modelo.

Como sempre, eu acessava o CameraHot algumas horas durante o dia, porém, meu foco principal era a noite, uma vez que o fluxo de visitas no site à procura de um sexo na webcam era bem maior nesse turno.

Em um dia qualquer acessei, o CH perto das 22hs e fiquei à espera dos usuários que entrariam em minha sala, aquele dia eu estava muito animada, pois tinha acabado de adquirir um brinquedinho novo e estava louca para estreá-lo.

Como de praxe, logo entrou alguns usuários para me ver online, mas talvez por eu não fazer o estilo deles logo saíram sem nem um oizinho, o que é muito normal acontecer, até porque, eles ficam à procura da gata perfeita, aquela com o tipo de beleza que mais lhe atrai.

Porém, em seguida já recebi um convite para um bate privado de um usuário com o apelido de @taradonoturno, logo aceitei e fomos para uma sala privada, onde estaríamos a sós e as maiores loucuras rolariam soltas.

Nos apresentamos e começamos a conversar sobre nosso dia. Depois de muito papo pro ar, ele me perguntou o que eu sabia fazer de tão especial em um sexo na webcam, pedindo que eu mostrasse para ele porque eu era conhecida por ser uma das mais sexy do site.

E com meu jeito brincalhão de ser, o respondi que de especial ele já tinha minha companhia, mas que ele era o felizardo da noite por ser o primeiro que eu usaria meu brinquedinho novo e que eu estava extremamente animada e morrendo de tesão.

Eu estava de lingerie rosa pink com rendas, tudo para combinar com a surpresinha que viria logo depois. Liguei uma música da Christina Aguilera, daquele filme Moulin Rouge, confesso que acho muito sexy, e no embalo da música eu me despia, fazendo um strip que modéstia à parte, era muito sensual.

E quando eu estava totalmente peladinha, apenas com um persex na coxa esquerda, então, peguei meu brinquedinho novo que era nada mais nada menos que um vibrador de duas pontas emborrachado e de cor rosa pink que fazia movimentos sincronizados do mais lento ao mais rápido.

Comecei a brincar com ele passando vagarosamente em meus lábios vaginais e o instigando a me pedir para que penetrasse em mim, queria senti-lo ali, dentro de mim.

Após muitas caras e bocas e um jogo de sedução com o vibrador, peguei um gelzinho lubrificante que já fica na cabeceira da cama, visto que é algo que utilizo muito, e besuntei todo o vibrador com ele.

Perguntei para o @taradonoturno como ele gostaria de me foder, se começando vagarosamente ou direto na velocidade cinco do créu, e ele disse que podia ser devagarzinho, pois ele queria que tudo rolasse com calma e muito tesão.

De fato, eu também prefiro devagar, então penetrei a pontinha do brinquedo vibrante em minha bucetinha e sem que pudesse me conter comecei a gemer, por sorte moro sozinha, pois ao contrário seria complicada essa situação do gemido.

Comecei a me masturbar deliciosamente de um lado enquanto o @taradonorturno se masturbava do outro lado da telinha do PC e, enquanto fazíamos aquele sexo na webcam, trocávamos palavrões e elogios, que eu podia ouvi-lo falando ao pé do meu ouvido.

Por fim ele me pediu que eu acelerasse a vibração, pois ele já estava quase gozando e queria muito que ambos alcançasse o orgasmo juntos.

A cada acelerada, meu prazer aumentava e consequentemente meus gemidos saiam mais alto, comecei a gritar e por algum momento esqueci do @taradonoturno no chat; a sensação que eu sentia era totalmente nova e deliciosa.

Quando finalmente alcancei o orgasmo, pude perceber o quanto eu havia me molhado. Eu simplesmente escorria porrinha pelas pernas, parecia até um homem ejaculando, e com a respiração ofegante eu voltei a teclar com o usuário que estava me enchendo de elogios no chat.

Me desculpei por deixa-lo alguns minutos, mas ele disse que eu não precisava me desculpar, afinal, aquele era o melhor show sexo ao vivo que havia assistido.

Disse que pode sentir todo o prazer que eu demonstrava sentir e que eu estava de parabéns, mas na verdade quem realmente estava de parabéns era aquele brinquedinho novo, que não preciso nem dizer que se tronou meu preferido, né.

Nos despedimos e eu fiquei ali só na espera do próximo que iria entrar em minha sala para presenciar mais um orgasmo maravilhoso que meu vibrador lindo e pink poderia me proporcionar em um sexo na webcam.